Besouros


  • Família Cerambycidae
  • Família Scolytidae
  • Família Platypodidae
  • Família Lyctidae
  • Família Anobiidae
  • Família Bostrichidae

Besouros (Coleoptera)) - Família Scolytidae


Posição sistemática

Esta família compreende a Ordem Coleoptera, composta por besouros muito pequenos, que causam sérios danos às essências florestais.

Aspectos biológicos

A maioria das espécies ataca árvores em pé, ou recém cortadas, algumas atacam madeira beneficiada outras são brocas de sementes.
Tanto adultos como larvas são daninhos as plantas, algumas espécies alimentam-se de fungos (como as formigas e a vespa da madeira), que são depositados no interior da árvore no momento da postura. A proliferação deste fungo torna a madeira azulada, sendo posteriormente perfurada pelas larvas.
 
Danos

A espécie Premenobius cavipennis, inicialmente ataca árvores estressadas, passando em seguida para árvores sadias, que dependendo do nível de ataque podem ter seus troncos quebrados. As espécies do gênero Xyleborus, causam grandes prejuízos a Pinus elliiotii, quando a madeira desta espécie e cortada e armazenada de maneira inadequada no campo, pois ao armazenar toras no campo ou no pátio de madeiras ocorre uma fermentação dos componentes alcóolicos que existem no interior da madeira, atraindo este grupo de insetos que passa a habitar as toras. Quando isto acontece dentro das toras são abertas inúmeras galerias que desvalorizam a madeira e impedem a sua utilização nas indústrias de papel, pois o fungo que cultivam na madeira impede o branqueamento da celulose.

Métodos de controle

O controle químico destes insetos e inviável economicamente, sendo o monitoramento das florestas com o uso de armadilhas etanólicas a medida mais recomendável. Em casos de infestação em toras ou em madeiras cortada deve-se observar um tempo de estocagem mínimo em campo ou no pátio de madeiras.



Pesquisas

PESQUISAS REALIZADAS COM A FAMÍLIA SCOLYTIDAE NO LABORATÓRIO DE PROTEÇÃO FLORESTAL
N. J. SOUSA - Professor do Departamento de Ciências Florestais - UFPR - e-mail: nsousa@floresta.ufpr.br
ROCHA, M. P. da - Professor do Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal - UFPR
MATOS, J. L. M. de - Professor do Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal - UFPR
VENSON, I. - Engenheiro Florestal - Discente do CPGEF - Mestrado
TREFFLICH, K. - UFPR - Bolsista do Pibic/CNPq

RESUMO

O Laboratório de Proteção Florestal do Curso de Engenharia Florestal da UFPR, possui mais de 30 anos de tradição em pesquisas com a família Scolytidae (Insecta: Coleoptera), tendo publicado ao longo destes anos um grande número de dissertações, teses e trabalhos publicados em revistas científicas e em congressos especializados. O suporte técnico para todas estas publicações é a coleção PEDROSA- MACEDO/ SCHÖNHERR/ PLAUMANN que é considerada uma das maiores e mais completas do Brasil e da América do Sul. Atualmente as pesquisas realizadas nesta área concentram-se em dois tópicos distintos, o primeiro consiste em levantamentos com armadilhas etanólicas desenvolvidas neste laboratório, com o objetivo de caracterizar os escolitídeos como indicadores de qualidade ambiental. Para isto estão sendo feitas coletas periódicas na Floresta Ombrófila Densa em duas áreas distintas: a) a primeira na Reserva Natural Salto Morato, pertencente a Fundação o Boticário de Proteção a Natureza, onde estão instaladas aramadilhas que abrangem desde áreas totalmente desmatadas (pastagens), até áreas de floresta primária; b) a segunda o Parque Estadual do Palmito, pertencente ao Instituto Ambiental do Paraná, onde estão isntaladas armadilhas em áreas que foram desmatadas e que passam por um processo de regeneração natural com formações com 16, 29 e 54 anos de regeneração. O segundo tópico consiste na avaliação e caracterização dos danos provocados à madeira por esta família de insetos. Nestas avaliações estão sendo testadas as propriedades físicas e mecânicas de madeiras de toras de Pinus taeda estocadas no interior dos povoamentos. Os resultados destas pesquisas serão divulgados posteriormente, pois neste momento os experimentos ainda estão em andamento.

Palavras-chaves: Scolytidae, Armadilha etanólica, Indicadores ambientais


Scolytidae e Platypodidae em Pinus taeda
Autor:
Eli Nunes Marques
Orientador:
Prof. Dr. J. H. Pedrosa-Macedo
Ano de conclusão: 1984

RESUMO

Este trabalho foi desenvolvido com a finalidade de determinar a distribuição de Scolytidae e Platypodidae em povoamentos de Pinus taeda. Foi realizado em quatro talhões com diferentes números de desbastes, na Fazenda Monte Alegre, em Telêmaco Borba, Paraná. Em cada talhão foram instaladas 20 armadilhas de impacto Roechling, e as coletas foram feitas semanalmente, durante o período de setembro de l983 a abril de 1984. O etanol comercial foi usado como isca atrativa. A caracterização dos talhões foi através da análise dos índices de freqüência, constância, abundância e dominância. Para a caracterização dos locais, foram determinados o índice de similaridade e percentagem de similaridade. O resultado apresentou 29 espécies pertencentes a 10 gêneros das familías Scolytidae e Platypodidae. As espécies predominantes foram: Xyleborus hagedorni, X. brasiLiensis e X. ferrugineus. Durante o estudo comparou-se a eficiência relativa da armadilha de impacto Roechling, com a armadilha "escolitideo/Curitiba". Este modelo apresentou melhor eficiência. São sugeridas modificações na armadilha Roechling a fim de aumenta a sua eficiência. No estudo do ritmo diário de vôo, constatou-se que o seu pico ocorre entre 15:00 e 17:00 horas. O atrativo utilizado apresentou uma eficiência de 98,5% em relação a testemunha. A família Platypodidae representou 0,4% do total dos indivíduos coletados.

ABSTRACT

The ain of this study was to determine the distribution of Scolytidae and Platypodidae in Pinus taeda. It took place in four plots at different pruning periods in the "Monte Alegre" Ranch in Telêmaco Borba, in the State of Paraná, Brazil. Twenty traps of the impact-Roechling type were installed in each plot and weekly collections were made from September, 1983 to April, 1984. Ethanol was used as bait in the traps. Each plot was categorizes according to measured indices of constancy, abundance, frequency and dominance of Scotylidae and Platypodidae. In order to delimit the areas in question, the indices of similarity and the percentages of similarity were determined. The results revealed 29 species belanging to ten genera of Scolytidae and Platypodidae. The predominant species were found to be Xyleborus hagedorni, X.brasiliensis and X. ferrugineus. Throughout the research, a comparative study of the relative efficiency of the impact-Roechling type trap vis-a-vis the "Scolytidae/Curitiba" type trap was made. The latter type provided better results. Some modifications to the Roechling-type trap have been suggested in an effort at increasing its efficiency. During the research, the daily rhythm of flight was found to reach its peak between 3:00 p.m. and 5:00 p.m. The bait atraction used demonstrated a 98,4% efficiency for those observed. Platypodicia e showed a low population indice making up 0,4% of the total of individuals collected.


Scolytidae em comunidades florestais situadas na bacia do rio Ribeira no Paraná
Autor: Fava, H. H. P.
Orientador:
Prof. Dr. J. H. Pedrosa-Macedo
Ano de conclusão: 1990


Os escolitídeos e a qualidade de sítio em povoamentos de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden
Autor: Márcio Pereira da Rocha
Orientador:
Prof. Dr. J. H. Pedrosa-Macedo
Ano de conclusão: 1993

RESUMO

Este estudo foi desenvolvido a fim de determinar a relação entre as espécies de insetos da familia Scolytidae (Coleoptera) e qualidade de sítio em plantações de Eucalyptus grandis. O grau de infestação de um dos talhões infestado por Premnobius cavipennis (Coleoptera, Scolytidae), também foi avaliado. As amostras foram feitas a cada quinze dias, com uso de armadilhas etanólicas (Modelo Escolitídeo/Curitiba). As armadillhas foram instaladas uma em cada talhão. As coletas de dados da amostragem foram feitas entre julho de 1991 e julho de 1992, em plantios da companhia "Chamflora Agrícola Ltda." Um total de oito talhões localizados em Mogi Guaçu, Brotas, Altinópolis e São Simão, todos situados no Estado de São Paulo, Brasil, foram utilizados neste estudo. Uma análise quantitativa foi feita para as espécies de Scolytidae encontradas em cada talhão, utilizando índices para cada uma das seguintes características: Freqüencia, Constância, Dominância e Diversidade. O índice de Similaridade foi aplicado para a delimitação das comunidades florestais a respeito da familia Scolytidae, distribuídas entre 43 espécies. A espécie Premnobius cavipennis foi a mais freqüente, representando 97,96 % de todos os insetos da família Scolytidae coletados durante o período. As espécies do gênero Cryptocarenus e Nypothenemus, representaram 54 % do restante dos escolitídeos coletados, e foram mais freqüentemente encontradas em talhões com maiores taxas de crescimento. As condições climáticas não influenciaram na distribuição qualitativa das populações de Scolytidae. As características físicas do solo nos diferentes talhões, influenciaram no Incremento Médio Anual (IMA) em volume, assim como no Índice de sítio dos talhões florestais. Com respeito ao talhão infestado com Premnobius cavipennis, estes insetos foram encontrados em 7,6 % das árvores, preferencialmente as árvores com crescimento sob "estresse", que apresentaram 100% de infestação. Com a pressão populacional de Premnobius cavipennis, aquelas árvores saudáveis e vigorosas tornaram-se também infestadas.

ABSTRACT

This study was developed in order to establish the relationship between the presence of insect species of the Scolytidae family (Coleoptera) and site quality in Eucalyptus grandis plantations. The degree of infestation of one of the stands by Premnobius cavipennis (Coleoptera, Scolytidae) was also evaluated. Sampling was carried out every fifteen days by using ,ethanolic traps (Model Escolitídeo/ Curitiba). Samples were laid down one in each stand. Sample collection was done between July, 1991 and July, l992 in plantations of the private company "Chamflora Agricola Ltda." . A total of eight stands located in Mogi Guaçu, Brotas, Altinópolis and São Simão, all of them in the State of São Paulo, Brasil, were used in the study. A quantitative analysis was carried out for the Scolytidae species found in each stand using indexes for each of the following characteristics: Frequency, Constancy, Dominancy and Diversity. The index of Similarity was applied in order to anable the identification of the forest communities in respect to the Scolytidae family, distributed over 43 species. The species Premnobius cavipennis was the most frequent, representing 97.96% of all Scolytidae collected during period. Species of the genus Cryptocarenus as well as of the genus Nypothenemus represented 54% of the remaining Scolytidae collected. The climatic conditions had no influence in the qualitative distribution of Scolytidae populations. The Physical characteristics of the soil of different stands have shown a substantial influence in the Mean Annual Increment (MAI) in volume, as well as in the Site Index of the forest stands. Species of the genus Cryptocarenus as well as of the genus Hypothenemus were more frequently found in stands with a higler rate of growth. In respect to the stand infested with Premnobius cavipennis, this insect was found in 7.6% of the trees, preferably thosegrowing under atress wich presented 100% infestation. With the populational pressure of Premnobius cavipennis, those trees apparently healthy and vigorous turned to be also infested.


Análise faunistica de Scolytidae, Platypodidae e Bostrichidae em comunidades florestais no Departamento do Guaira, Paraguai.
Autor: Benidez-Dias, E. A .
Orientador: Prof. Dr. E. N. Marques
Ano de conclusão: 1996


Análise faunística de Scolytidae em comunidades florestais do Estado do Paraná
Autor: Carrano-Moreira, A. F.
Orientador: Prof. Dr. J. H. Pedrosa-Macedo
Ano de conclusão 1985


Manual dos Scolytidae nos reflorestamentos Brasileiros
Autores: José Henrique Pedrosa-Macedo; Joachim Schoenherr
Ano Publicação: 1985

Manual dos Scolytidae nos reflorestamentos brasileiros

CONTEÚDO

SCOLYTINAE

Gen.: Scolytopsis Blandford

Scolytopsis brasiliensis Eggers, 1931

HYLESININAE

Gen.: Pteleobius Bedel

Pteleobius brasiliensis (Schedl), 1951
Pteleobius contractus Chapuis , 1873
Pteleobius hirsutus (Schedl) , 1963
Pteleobius minimus (Schedl), 1963

Gen.: Cnesinus LeConte

Cnesinus dryographus Schedl, 1951
Cnesinus schoenherri Schedl, 1981

Gen.: Pagiocerus Eichhoff

Pagiocerus punctatus Eggers, 1928

Gen.: Sternobothrus Eggers

Sternobothrus suturalis (Eggers), 1931

Gen.: Phloeotribus Latreille

Phloeotribus picipennis Eggers , 1943
Phloeotribus setulosus Eichhoff , 1868

IPINAE

Gen.: Coccotrypes Eichhoff

Coccotrypes palmarum Eggers, 1933

Gen.: Premnobius Eichhoff

Premnobius cavipennis Eichhoff, 1878

Gen.: Sampsonius Eggers

Sampsonius dampfi Schedl, 1940

Gen.: Theoborus Hopkins

Theoborus villosulus (Blandford), 1898

Gen.: Xyleborus Eichhoff

Xyleborus adelographus Eichhoff, 1867
Xyleborus affinis Eichhoff, 1867
Xyleborus alter Eggers, 1931
Xyleborus biconicus Eggers, 1928
Xyleborus biseriatus Schedl, 1963
Xyleborus brasiliensis Eggers, 1928
Xyleborus catharinensis Eggers, 1928
Xyleborus ferrugineus (Fabricius), 1801
Xyleborus gracilis Eichhoff, 1868
Xyleborus hagedorní Iglesias, 1914
Xyleborus linearicollis Schedl, 1937
Xyleborus neivai Eggers, 1928
Xyleborus obtusitruncatus Schedl, 1949
Xyleborus posticus Eichhoff, 1868
Xyleborus retusus Eichhoff, 1868
Xyleborus schoenherri Schedl, 1981
Xyleborus sentosus Eichhoff, 1268
Xyleborus silvestris Beeson, 1929
Xyleborus solitarius Hagedorn, 1905
Xyleborus spinulosus Blandford, 1898
Xyleborus squamulatus Eichhoff. 1868
Xyleborus truncatellus Schedl, 1949
Xyleborus volvulus (Fabricius),1775

Gen.: Hypocryphalus Hopkins

Hypocryphalus mangiferae (Stebbing),1914

Gen.: Hypothenemus Westwood

Hypothenemus bolivianus (Eggers), 1931
Hypothenemus eruditus Westwood, 1836
Hypothenemus obscurus (Fabricius),1801

Gen·: Cryptocarenus Eggers

Cryptocarenus diadematus Eggers , 1937
Cryptocarenus heveae (Hagedorn), 1912
Cryptocarenus seriatus Eggers, 1933

Gen.: Pityophthorus Eichhoff

Pityophthorus anticus Schedl , 1976

Gen.: Tricolus Blandford

Tricolus bifidus Schedl, 1939
Tricolus splteniscus Schedl, 1939
Tricolus subincisuralis Schedl, l939

Gen.: Amphicranus Erichson

Amphicranus rasilis Schedl, 1950

Gen.: Monarthrum Kirsch

Monarthrum brasiliensis Schedl. 1936
Monarthrum durum (Schedl),1972

Gen.: Microcorthylus Ferrari

Microcorthylus minimus Schedl, 1950
Microcorthylus suggrandis Schedl, 1939

Gen.: Corthyus Erichson

Corthyus antennarius Schedl, 1966
Corthyus convexicauda Eggers, 1931
Corthyus nudipennis Schedl, 1950
Corthyus papulans Eichhoff , 1868
Corthyus pharax Schedl, 1976
Corthyus robustus Schedl, 1936
Corthyus schaufussi Schedl, 1937
Corthyus suturalis Eggers, 1931


DIVERSIDADE DE ESCOLITÍDEOS EM FRAGMENTOS FLORESTAIS NATIVOS NA REGIÃO DE MOGI GUAÇU, SP.

Silva, C. A. M. (Depto. de Produtos Florestais, Univ. Fed. Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ 23851-970, Brasil).
Orientador:
Prof. Dr. Acacio Geraldo de Carvalho. e-mail: acacio@ufrrj.br
Ano de conclusão: 1999
Apoio: Champion Papel e Celulose Ltda.

RESUMO

Este trabalho investigou as populações de Scolytidae (Coleoptera) em três fragmentos florestais nativos pertencentes a empresa Chamflora Agrícola Ltda., nos municípios de Mogi Guaçu, Itapira e Martinho Prado Junior, estado de São Paulo. No período de janeiro de 1998 a janeiro de 1999, foi estudada a composição das espécies de escolitídeos, por meio de coletas quinzenais em 9 armadilhas etanólicas modelo Carvalho-47, obtendo-se a flutuação para cada espécie nos três fragmentos florestais nativos de diferentes tamanhos, formas e históricos de perturbação. Utilizou-se os índices faunísticos: frequência, constância, dominância individual das espécies, riqueza, associação entre as espécies, similaridade entre comunidades e diversidade. Foram coletadas 38 espécies, onde quatro delas não foram identificadas, somente uma foi identificada ao nível de gênero. As 34 espécies identificadas estão distribuídas em 12 gêneros e 5 tribos. Hypothenemus eruditus, Microcorthylus minimus, Hypothenemus obscurus, Xyleborus retusus, Corthylus schaufussi e Premnobius cavipennis foram as espécies mais abundantes. Seis espécies foram representadas, cada uma, com apenas um espécime nas coletas. Apenas Hypothenemus eruditus foi apontado como constante e dominante nos três fragmentos florestais estudados. Concluiu-se que houve diferenças na composição das espécies entre os fragmentos florestais estudados, tais diferenças sugerem que a medida que o ambiente sofre alterações, ocorrem mudanças nos padrões de densidade e na composição das espécies, entretanto a diversidade de escolitídeos foi maior nos ambientes com maior nível de interferência ambiental.

ABSTRACT

This work investigated the populations of Scolytidae (Coleoptera) in three belonging native forest fragments the company Agricultural Chamflora Ltda., in the municipal districts of Mogí Guaçu, Itapira and Martinho Prado Júnior, state of São Paulo. In the period of January of 1998 to January of 1999, was studied the composition of the scolytids species, by means of biweekly collections in 9 snares ethanolics model Carvalho-47, being obtained the flutuation for each specie in the three native forest fragments of different sizes, forms and historical of disturbance. It was used the indexes faunísticos: frequency, constancy, individual dominance of the species, richness, association among the species, similarity between communities and diversity, 38 species were collected, where four of them were not identified, only one was identified at the genus level. The 34 identified species are distributed in 12 genus and 5 tribes. Hypothenemus eruditus, Microcorthylus minimus, Hypothenemus obscurus, Xyleborus retusus, Corthylus schaufussi and Premnobius cavipennis were the most abundant species. Six species were represented, each one, with just a specimen in the collections. Hypothenemus eruditus was just aimed as constant and dominant in the three studied forest fragments. It was ended that there were differences in the composition of the species among the studied forest fragments, such differences suggest that the measure that the habitats suffers alterations, they happen changes in the density patterns and in the composition of the species, however the scolytids diversity was larger in the fragments with larger level of environmental interference.


COMPOSITION OF SCOLYTIDAE (COLEOPTERA) IN THREE FOREST MACROHABITATS OF SEROPÉDICA, RJ, BRAZIL.
Carvalho1A. G., Silva2 C. A. M. & L. A. Pereira1. 1Depto. de Produtos Florestais, Univ. Fed. Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ 23851-970, Brasil
;2Depto. Proteção Florestal da Univ. Fed. do Paraná.

Key words: Diversity, Ambrosia beetles, Bark beetles.

This study compared the composition of bark and ambrosia beetles (Coleoptera: Scolytidae) in three different forest macrohabitats in the municipal district of Seropédica, RJ: Pinus elliotti (Pe), Eucalyptus citriodora (Ec) and Secondary Forest (Ms). Those three areas frequently suffer the action of the fire. In each macrohabitat it was installed, to 40 cm of height of the soil, an impact snare, being used ethanol 96% as attractive. The collections were accomplished during the months of April of 1988 to January of 1989, totaling eleven samplings. With relationship to the preferences for macrohabitats of the two more abundant species, 60% of the Xyleborus hagedorni happened in on Pe, 32% in Ec and 8% in the Ms ones. Those preferences were shown significant for the Test X2 (P <0,05). X. affinis showed preferences in the occurrence of 52% of the total of its species in the Ms ones, remaining 26% in Ec and 22% in the Pe. Of the total of 8221 analyzed Scolytidae, 38% happened in the Pe, 33% in Ec and 29% in the Ms ones. Seven species were shown more abundant in on Pe: X. hagedorni, X. obliquus, X. ferrugineus, X. brasiliensis, Hypothenemus opacus, H. bolivianus and Coccotripes palmarum. Other six were more abundant in Ec: Premnobius cavipennis, Cryptocarenus hevea, C. seriatus, C. diadematus, X. spinulosos and H. obscurus and the two species X. affinis and H. eruditus were only shown more abundant in the Ms. Using the Index of Percentile Similarity in the comparisons among the three communities were obtained in decreasing order: Pe x Ec = 75,24%; Ec x Ms = 53,90% and Pe x Ms = 46,40%. The largest value obtained among the two researched vegetable monocultures suggests a habitat-specific tendency of most of the species occurred in those three macrohabitats. The diversity for macrohabitat, evaluated through Shannon Weaver Index (H', with log. of base 10) it shows, in decreasing order: H'Ec = 0,77 (H'máx. = 1,18 and J' = H' / H'máx. =0,65); H'Ms = 0,65 (H'máx. = 1,14 and J' = 0,57); and H'Pe = 0,63 (H'máx. = 1,18 and J' = 0,53). There was not significance (P>0,05) in the differences among the diversities through the Test t of Student, applied in the comparisons of the variances of the three researched macrohabitats