cifloma - Copia.jpg
A+ A A-

Linhas de Pesquisa

  1. Conservação da Natureza
  2. Economia e Política Florestal
  3. Manejo Florestal
  4. Silvicultura
  5. Tec. e Util. de Produtos Florestais
Está voltada para o estudo, planejamento e monitoramento de bacias hidrográficas e de recursos hídricos de maneira integrada. Além de enfocar a influência da floresta no ciclo hidrológico, objetiva conservar o espaço territorial natural, tendo a conservação dos recursos hídricos como meta, considerando a indissociabilidade entre a quantidade e a qualidade da água. Visa garantir a adequação dos meios de exploração dos recursos ambientais (naturais, econômicos e socioculturais) às especificidades do meio ambiente. Abrange também os estudos do meio ambiente orientadas pelas políticas ambiental e de recursos hídricos. Como produto maior dos conceitos abordados, essa linha procura fornecer as bases técnico-científicas para a elaboração dos planos hidrológicos de bacias hidrográficas.
Está voltada para análises econômicas e financeiras da produção florestal, estudos de oferta e demanda de produtos florestais, análises de investimentos no setor e a geração de empregos. Analisa as principais cadeias produtivas que envolvem as atividades florestais e madeireiras, objetivando subsidiar estratégias institucionais de pesquisa, formulação de políticas públicas e estratégias empresariais. Analisa os mercados de produtos florestais específicos como por exemplo papel e celulose, chapas, serrados entre outros. Incorporam-se os estudos econométricos, o estudo de relações intersetoriais, análises multivariadas relacionadas aos problemas florestais, os processos quantitativos dinâmicos em sociometria e relacionados com a área florestal e modelos econômicos linear.
Trata do estudo de técnicas de processamento de imagens digitais aplicadas à áreas com cobertura vegetal. As pesquisas vinculadas a essa linha envolvem estudos voltados a florestas, a povoamentos florestais e a aspectos ambientais em geral, através de sensores com diferentes resoluções espaciais e espectrais. A integração dos dados, obtida através do sistema de informações espaciais, prevê o monitoramento, modelagem, prognoses, além de outras avaliações, com enfoque voltado à questões ambientais e de produção florestal em florestas e em povoamentos florestais.
Esta linha de pesquisa trata de estudos de produção de sementes, nutrição florestal, melhoramento florestal, genética quantitativa em melhoramento florestal. Trata também da proteção, controle de pragas e doenças florestais.
Estão relacionados aos estudos e pesquisas em anatomia e identificação da madeira, propriedades físicas e mecânicas da madeira, de espécies florestais nativas e exóticas, correlacionando com sua utilização industrial. Abrange estudos sobre identificação de madeiras comerciais, propriedades químicas e anatômicas da madeira. Trata da caracterização das madeiras para usos múltiplos e envolve também estudos sobre técnicas de colheita de madeira. Tecnologia e processos de fabricação de celulose e papel, qualidade de fibras de diversas espécies florestais. Trata de estudos de quantidade e métodos de extração de óleos essenciais de espécies florestais, da tecnologia, rendimentos e qualidade de fibras na produção de celulose e papel, de ensaios com diversas variáveis como espécie, adesivos, condições de formação da lâmina e painéis de madeira, compensados, de partículas de fibra, de madeira-cimento; propriedades físicas e mecânicas dos painéis. Envolve o estudo da otimização em processamento mecânico, tais como resultados da variação da velocidade de corte e resultados na superfície cortada, entre outros. Contempla estudos sobre agentes biodegradadores da madeira e medidas para o seu combate e/ ou controle e estudos de secagem de madeiras visando o melhor rendimento e qualidade em secagem. Trata do aproveitamento de resíduos florestais para transformação em energia, bem como de formas de aproveitamento dos subprodutos da madeira.
next
prev